Quarta-feira, 14 de Setembro de 2011
Jornadas técnico-científicas

A reitora da Universidade Metodista de Angola (UMA), Teresa da Silva Neto, considerou ontem em Luanda que o ensino superior em Angola está no bom caminho, atendendo ao crescimento das instituições, número de estudantes e qualidade dos estudos. 
A docente fez a afirmação em declarações ao Jornal de Angola, por ocasião da abertura das jornadas técnico-científicas da Faculdade de Engenharia e Ambiente da Universidade Metodista de Angola.
Teresa da Silva Neto sublinhou que os esforços do Executivo, em colaboração com os vários sectores do ensino superior em Angola, têm feito com que o ensino seja cada vez mais notável e de melhor qualidade. 
“O aumento actual do número de estudantes nas universidades do país mostra que as pessoas não só querem estar dentro duma sala para mostrarem que são universitários, mas também buscar conhecimentos para poderem depois investir e servir o país.”
Angola, acrescentou, é um país em forte crescimento a nível económico, social e educativo. “Nas universidades também já se percebe que há que se dar ensinamentos com qualidade. A ideia é investir na educação dos estudantes ao invés de usar a educação como meio de ganhar dinheiro. É preciso que se potencialize cada vez mais os laboratórios das escolas e se busquem professores com qualidade e mais formação académica.” 
Quanto às jornadas técnico-científicas da Faculdade de Engenharia e Ambiente da Universidade Metodista de Angola, Teresa da Silva Neto fez saber que elas visam aproximar a Universidade das empresas, divulgando e discutindo assuntos pertinentes à sociedade.
“Tem havido um maior interesse por parte dos estudantes. As matérias abordadas durante as jornadas são muitas vezes discutidas nas aulas mas aqui os estudantes têm oportunidade de fazer perguntas de forma mais abrangente.”
As jornadas técnico-científicas em referência abordam temas ligados como “Serviços de Internet/GSM”, “Fornecimento de energia eléctrica”, “Os sistemas de automação nos processos produtivos da Coca-Cola”, “O livro branco das tecnologias de informação e comunicação” e “A segurança na informação”.

Foram expostos produtos e serviços de energia solar, SMS, micro-controladores e iluminação pública. Atraíram particularmente a atenção das pessoas a mostra de uma casa e de um parque de estacionamento inteligentes e alguns trabalhos sobre as tecnologias de informação e comunicação.
Participaram do evento empresas nacionais e internacionais como a SISTEC, EDEL, General Electric, representantes dos Ministérios do Ambiente e do Planeamento, entre outras instituições. 

A Universidade Metodista de Angola é uma instituição de ensino superior universitário privado, criada pelo Decreto nº 30/07, de 7 de Maio e tem como entidade instituidora a Sociedade Universidade Metodista de Angola, S.A.

 

Fonte: jornal de Angola



publicado por enginfouma às 15:39
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Fevereiro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
20
22
23

24
25
26
27
28


posts recentes

Resultados da Pré-defesa

PRÉ-DEFESA

PRÉ-DEFESA

Jornadas Técnico-Científi...

Jornadas Técnico-Científi...

...

...

AVALIAÇÃO CONTÍNUA

Jornadas técnico-científi...

Jornadas técnico-científi...

arquivos

Fevereiro 2013

Maio 2012

Outubro 2011

Setembro 2011

tags

todas as tags

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds